07/02/2013

Medicamentos da loja do chinês

Hoje fui ao médico.

Como ainda faço parte de um grupo de privilegiados que têm seguro de saúde pago pelo patrão fui ali à Clínica dos Poetas, em Oeiras.

Lá fui consultado e receitado. Já no fim da consulta quando o médico me aperta a mão diz-me que não "trancou" a receita e que eu posso escolher genérico ou de marca embora a experiência lhe diga que o medicamento "original" é mais eficaz.

Eu saio da consulta, pago a conta e vou a uma farmácia.

Pelo caminho penso. O de marca será que é assim tão mais caro que o genérico?

Dá-me a sensação que isto é como ir comprar um carro para ir de casa ao trabalho. Basta que tenha 4 rodas e um motor. Pode ser um panda ou um bmw série 5.

Ambos cumprem a função mas um é mais caro que o outro. Bem o panda chega-me mas se a diferença de preço não for grande ainda vou para o BMW.

Entro na farmácia e entrego a receita.

O medicamento original custa 26€.

Perguntei pelos genéricos e havia um de 11€ e um de 4€.

Gracejei pois duvidei se seriam a mesma coisa. Este é do chinês não?

A Senhora Doutora Farmaceutica, muito polidamente diz-me que não (tb em jeito de graça) e que todos são submetidos a rigorosos testes e que se o INFARMED os certifica podem ser comercializados.

Vim-me embora com o de 4€ como é óbvio.... mas confesso que estou desconfiado. 

Não propriamente do de 4€ mas sim do de 26€.

Talvez um use farinha como excipiente e o outro use cocaína pois a substância activa tem exactamente o mesmo nome em ambos os medicamentos.

Não acham que isto é esquisito?


1 comentário:

CAP CRÉUS disse...

Deveras esquisito.
Andamos a ser mais uma vez vigarizados.
Raros são os médicos que nos "dizem" para comprarmos genéricos.