11/10/2005

Tempestade...

Hoje ouvi na rádio que a tempestade Vince, ao chegar a Portugal, enfraqueceu e não passa de uma depressão.

É natural...

7 comentários:

ana ventura disse...

Se fosse para Espanha ganhava força e salero! Mas por cá está tudo tão froxo que até a tempestado baixa a crina!

zm disse...

:-)
ZM

manamagana disse...

então se andou pelos lados de gondomar e felgueiras transformou-se mesmo numas pingas sem alento nenhum.
Os furacões em portugal têm de passar a ser anunciados pelos psiquiatras e não pelos metereologistas!...

jordi disse...

Pois é, Vince e Foi-se...

Anónimo disse...

Este não chegou e vinçou. Antes chegou, depremiu, desmotivou. Assim é a terra lusitana. Até os furacões passam a depressão. Auto estima precisa-se. Dá-se alvissaras a quem a encontrar.

Paimica disse...

A depressão é tanta que apesar da intenção e acção contrária do autor, o computador considerou o comentário anónimo.

mãezita disse...

pois pois, o que o portuga tem de sobra é auto-estima. Cada português é o centro do mundo, sabe tudo, tem opinião sobre tudo e toda a gente, especialmente quem governa, apenas existe e nasceu para o chatear e prejudicar. Cá para mim por isso é que o Vince ficou deprimimido. O tipo julgava-se o maior, o mais forte mas quando ouviu o portuguesinho a falar encolheu-se todo. Aflorou a costa portuguesa, deu com 3 pinguins de jeep, de audi, e de mercedes com o portátil numa mão e o telelé último modelo na outra e começou a ouvir: - eu fiz, eu já tinha dito, eu realizei, eu quero, eu tenho, eu, eu, eu... e pronto murchou. Agora não venham dizer que os portugueses não têm auto-estima... O que não têm é estima por Portugal.
mãe