18/10/2005

30

Número redondo e ao qual chamam limite da maturidade.

Há quem acredite que a partir daqui a fruta já não amadurece, só envelhece. Eu não acredito.

Será que fomos programados para nunca sentirmos a idade que temos? Ou será um erro de programação que vai adiando o peso dos anos e que quando se faz sentir é como uma bomba?

Provavelmente nunca estaremos preparados e… ainda bem!

10 comentários:

mãezita disse...

30 anos

O meu menino cresceu
30 anos se passaram…
Como é que isto aconteceu
se ‘inda ontem à tardinha
eu lhe tirava o babete
lambuzado de papinha?

O meu menino cresceu
Em tamanho e em postura.
Cresceu também em idade,
em dimensão e ternura
numa proporção directa
de razão – maturidade.

O meu menino cresceu
Mas menino permanece
dentro deste peito-mãe,
dentro deste coração
onde mora eternamente
um amor que cresce,cresce
na directa proporção
de cada ruga que gera
do cabelo que encanece.

18 de Outubro de 2005
mãe

jordi disse...

E aí vai ele, montanha acima, a pedalar pela estrada fora - 5, 10, 15, 20, 25, 30 e continua a pedalar em direcção ao cume, e continua a pedalar e continua a pedalar e continua a pedalar...

Bem vindo à marca dos 30! Agora o que importa é pedalar, pedalar, pedalar...

Anónimo disse...

Parabéns! Belo poema.

Ricardo

Paimica disse...

"Quem tem uma mâe tem tudo".
Quem tem uma mãe destas
Ternurenta, carinhosa e poeta
Tem mais, é um sortudo.

David Vaz disse...

Caro Graziel: os meus parabéns!!!

um grande abraço!

PS: se tu antes dos 30 já não corres agora que passaste para lá dessa barreira taz feito!!!!
"Ser velhinho neste mundo, não é fácil nao senhor..."

daniel disse...

E aqui fica a homenagem aos que me aturaram as birras, as manias, os cabelos compridos, as teorias, os eucaliptos, a rua jardim do regedor, os dedos partidos, a avenca da vizinha, a trampa de cão nos sapatos novos...

Ao pai, à mãe e à filha da mãe que foi muito minha mãe!

manamagana disse...

A filha da mãe só pode sentir-se satisfeita por ter feito tão bom trabalho: que belo moço nos saiu este trintão.
benvindo ao grupo dos cotas.

Ahraht disse...

Relaxa que agora é que isto começa a ter interesse. Não é que dantes não tivesse, mas agora...agora já és um trintão.

Bem vindo.

Um abraço

ana ventura disse...

No meio disto tudo eu sou a mais felizarda de todos! Tenho comigo um trintão trintinha para a vida inteirinha!

Anónimo disse...

Achas?