27/10/2008

Os Ridículos

Domingo passado fomos com o Gaspar dar um passeio à Quinta Pedagógica nos Olivais. Depois de termos cumprimentado as vacas, as ovelhas, os burros, os patos, os porcos, as cabras, os coelhos e os cavalos fomos espreitar a Bedeteca de Lisboa.

A exposição patente neste momento é sobre os Ridículos, um jornal bissemanário humorístico de 1933 em que estão expostas as versões originais e as modificadas pela censura.

Uma exposição muito interessante e que demonstra como uma caricatura onde se lhe muda o tíltulo pode mudar o seu sentido.

Destaquei esta da qual gostei bastante até por se tratar de um tema recorrente.



Na 1ª imagem pode se ler:
"A ver o futuro por um canudo" (em cima) e "Depois da tempestade o que virá por aí?" (em baixo).

A censura não gostou do tom irónico e céptico com que o Zé Povinho olha o horizonte e mudou o título para:

"Cheio de Confiança! O único Zé da Europa que pode olhar o futuro com tranquilidade!"

Nota: peço desculpa pela qualidade das fotos mas foram feitas com um telemóvel :-(

16/10/2008

Calhau com olhos

Na passada sexta feira saí do trabalho a esfregar as mão de contente pois o mar estaria de feição, o sol raiava e eu tinha a minha prancha e o meu fato no carro à espera do fim do dia de trabalho.

Quando cheguei ao carro o cenário era este!




Algum calhau com olhos achou que pelo facto de ter um suporte de GPS no tablier o dito cujo estaria no porta luvas.
Então partiram o vidro do carro, cagaram o carro de vidros e gamaram do porta luvas um lanterna. Sim, uma lanterna!

Deu-me tanto gozo imaginar a cara do pacóvio ao abrir a bolsinha onde estava a lanterna a pensar que tinha ganho o dia com um gps novo.

Quanto à prancha e aos fatos nem lhes tocaram. Provavelmente iria lá voltar quando descobrisse que afinal o que tinha gamado não era um gps mas aí já eu estava a milhas.

Só lamento a tarde de surf estragada e a manhã de sábado passada na carglass, pois os seguros hoje em dia pagam a quebra de vidros.

Vou passar a deixar um recado no interior: O GPS que costuma estar aqui não está cá. Está em CASA.

08/10/2008

Psicobloc

Uma modalidade recente que cada vez tem ganho mais adeptos, principalmente em águas quentes, é o psicobloc.

Consiste em escalar, sem corda, falésias sobre a água. Se correr mal acaba em mergulho.

Espreitem o vídeo do Red Bull psicobloc em Mallorca, Espanha: